Capuchinho Cinzento


Escrito por Matilde Rosa Araújo com ilustrações de André Letria e publicado pela Paulinas Editora.

Sua história não adormece, não se desgasta e não envelhece. Mas para ela a idade chega e agora mal consegue ouvir os passos do Lobo ao se aproximar. Seus joelhos doem quando se senta em uma pedra para descansar de um caminho que antes parecia ser tão mais curto.

Essa é a história da Capuchinho Cinzento, uma senhora que um dia foi Capuchinho Vermelho...

Que história é essa que todos conhecem e que fascina pelo mistério e encanto?


É preciso recordar...


Capuchinho Cinzento é uma senhora amável e seus olhos são tão cheios de ternura que o lobo ao se aproximar não perde o apreço e a consideração, olha em seus olhos e lambe suas mãos. O animal antes tão faminto, à senhora já idosa de capuchinho cinzento, agora todo respeito.



Narrativa poética brilhante que nos situa na urgência do respeito que os idosos precisam. Respeito por seus ensinamentos e respeito pelas histórias que são contadas e recontadas de gerações em gerações e que jamais morrerão. E se tem uma senhora que já embalou os sonhos de muitas crianças e recorda a infância dos adultos é Chapeuzinho Vermelho.


Impossível não se apaixonar...






 Posts recentes

© 2016 by Brincando e Contando

  • Black Twitter Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon