O Avão de Alexandre



Vontade de fazer o impossível e de alcançar nossos sonhos podem nos fazer levitar ou até mesmo dar vôos distantes. Alexandre tinha um sonho, voar. E com a ajuda de sua imaginação conseguiu lá de cima ver as águas revoltas do mar, ver as ilhas cobertas das árvores, ver as areias de todas as praias. "O Avião de Alexandre" de Alaíde Lisboa é um convite feito para o imaginário, para o fantasioso e para o inventado. Com ilustrações primorosas de Anna Cunha, o sonho de Alexandre se faz real. Publicado pela Editora Peirópolis em um projeto gráfico impecável, o Avião de Alexandre chega até nós afirmando que todo sonho realizado precisa antes de mais nada ter sido um esboço em nossa vida. Afinal, grandes realizações um dia já foram grandes sonhos.

Alexandre governava grandes terras e mares. Mas queria mesmo era ver seu domínio todo lá de cima.

Em um tempo que não havia aviões, Alexandre pensa em possibilidades. Bater os braços não o fez sair do chão. As águias ele queria governar, no começo resistiram, mas também atrás de um sonho, elas começaram a voar.


As imagens dizem tanto em uma linguagem singular. Como um passarinho que era preso na gaiola, Alexandre consegue libertar sua imaginação e sonhar.




 Posts recentes

© 2016 by Brincando e Contando

  • Black Twitter Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon